FAQ LoRa

Como está a implementação do LoRa no Brasil? Já está em implementação ? Se sim, qual são as área cobertas?
Resposta: Ainda não existe uma implementação comercial no Brasil, apenas provas de conceitos. Existem gateways em empresas e universidades em todas as regiões do país.

Existem módulos de desenvolvimento para avaliação no Brasil? Qual o valor para a aquisição desse módulo?
Resposta: Sim, existe o kit Microchip (DV164140-2).

Existe alguma loja no Brasil vendendo módulos LoRa?
Resposta: Somente distribuidores autorizados Microchip e o próprio e-commerce da fábrica (https://www.microchipdirect.com/).  Entrar em contato com marketing@artimar.com.br para mais detalhes.

A modulação não precisa ser aprovada pela ANATEL?
Resposta: O LoRa precisa sim ser certificado/homologado pela ANATEL. O módulo Microchip RN2903 já está com o processo em andamento e para o gateway Kerlink o processo irá iniciar em abril/2017.

Qual o protocolo que esses kits da Microchip estão usando para conversar com os servidores?
Resposta: O protocolo utilizado é o LoRaWAN. Mais informações em: https://www.lora-alliance.org/For-Developers/LoRaWANDevelopers

Qual a infraestrutura básica para operação da rede LoRa em centros urbanos?
Resposta: A estrutura básica é composta por gateways + network server.

Como é a eficiência do LoRa para túneis, minas subterrâneas e áreas com interferência eletromagnética?
Resposta: Como o LoRa é um sistema de rádio-frequência, em túneis e minas subterrâneas existirão perdas e atenuação do sinal. Para solucionar essa questão, são utilizados gateways de baixo-custo (pico/nano gateways).

Estou iniciando um projeto e tenho dúvidas na adoção do LoRa ou Threads, posso fazer um paralelo entre eles?
Resposta: Não é possível fazer um paralelo entre essas tecnologias, pois elas são antagônicas.

Uma antena ommi de 3dbi possui qual o rádio de cobertura? O módulo de Rf ajusta a potência irradiada?
Resposta: Em área aberta, o rádio de cobertura é mais de 3km. Sim, o módulo Rf ajusta a potência irradiada.

O LoRa pode funcionar em MESH?
Resposta: No padrão LoRaWAN, não é possível, pois ele trabalha apenas com topologia estrela.

A cobrança pela Sigfox é por mensagem transmitida, ou seja, tipo pacote de dados, com limitação até 150 mensagens por dia por device. Como é a cobrança pela rede LoRa, via Orbiwise? É por pacotes de dados de mensagens ou por devices pendurados no Gateway?
Resposta: No LoRa não existe limitação do número de mensagens por dia, a cobrança é feita por device.

Queria muito entender como fazemos para implementar a própria rede. Para fazer a cobertura em uma fazenda, qual o transceiver e como funciona a certificação?
Resposta: Para implementar a própria rede, você precisa adquirir um gateway e contratar um network server. Para a fazenda, sugerimos o transceiver Kenlink cujo alcance é > 8km em áreas rurais.

Existe código em linguagem C que implemente o LoRaWAN no modelo australiano?
Resposta: Atualmente, temos disponível o módulo RN2903 pré-configurado para o modelo australiano.

Os Gateways precisam necessariamente ter conexão com a internet? Isso é uma definição da LoRaAlliance?
Resposta: Não é obrigatório que seja uma conexão via internet, mas é mandatório que seja uma conexão IP (ex: rede local).

É possível um device trocar informação com outro?
Resposta: Utilizando o protocolo LoRaWAN não é possível um device se comunicar diretamente com outro, é sempre necessário o uso da rede e do application server. Existe a possibilidade de um device trocar informação com outro utilizando a Modulação LoRa, desde que não seja utilizado o protocolo LoRaWAN. Neste caso é necessária a implementação de um protocolo específico para este fim.

Para mais informações, acesse: